Os excelestes resultados nos lucros, não foram suficientes para que a TIM apresentasse uma proposta digna aos seus trabalhadores. Para se ter uma ideia, a operadora teve um crescimento líquido de 194,1% em 12 meses, teve um aumento de 15% de clientes pós-pagos e um aumento da receita mensal, por usuário, em 12%. Fatos estes que a colocou 2ºlugar no mercado.

Porém nada disso foi suficiente e na reunião com a Comissão de Negociação da FENATTEL, a TIM ofereceu reajuste ZERO para os trabalhadores. Diante da negativa, a empresa pediu um novo prazo, onde permaneceu com reajuste ZERO, para o piso salarial; 1,38% (abaixo do INPC) para os demais salários e 1,73% (INPC do período) – retroativo a 1º de setembro. Novamente a operadora ouviu um sonoro NÃO da Comissão da FENATTEL.

Contra fatos, não há argumentos! Essa é a oportunidade que a TIM terá para valorizar e reconhecer seus trabalhadores, oferecendo AUMENTO REAL, pois a inflação do período foi baixa e os resultados altos. Podendo até compensar perdas salariais anteriores. Portanto trabalhador, o momento é de mobilização, pois UNIDOS SOMOS MUITO MAIS FORTES!

 
 

 
Veja mais
  • Horário de funcionamento:
  • MAIS UMA VEZ - OPOSIÇÃO SEMPRE ENGANANDO OS TRABALHADORES
  • ACT TELEATENDIMENTO - SEM DÚVIDA ALGUMA, É TRETA!
  • Operadoras não desistem e querem barrar banda larga ilimitada
  • ACT TELEATENDIMENTO - PROPOSTA DAS EMPRESAS É UMA VERDADEIRA VERGONHA
  • NOTA DE ESCLARECIMENTO - ELEIÇÃO SINTTEL-CE 2018
  •